05-03-2020

ABO aperfeiçoa sua publicação científica


As próximas edições  da Revista Científica da ABO Nacional terão o registro do DOI (Digital Object Identifier) sigla em inglês para “Identificador Digital de Objetos” usado por diferentes publicações científicas. Responsável por deixar de forma permanente os arquivos na internet, essa ferramenta amplia a visibilidade dos conteúdos, garante a autenticidade e facilita a busca. Ela permite avaliar de forma fácil os números de citações às publicações.
 
No processo para aprimorar os estudos científicos sobre ouvidoria a ABO também se filiou à Associação Brasileira de Editores Científicos. (ABEC). E terá o selo do Licença Creative Commons Atribuição (CC BY), entidade sem fins lucrativos criada para promover mais flexibilidade na utilização de obras protegidas por direitos autorais. Isto possibilita que um autor ou detentor de direitos possa permitir o uso mais amplo de suas obras por terceiros, sem que estes o façam infringindo as leis de proteção à propriedade intelectual.
 
A Revista da ABO Nacional com três edições publicadas, reúne relatos e artigos científicos com as práticas bem sucedidas da Ouvidoria Brasileira.  “A publicação científica contribui para a troca de boas práticas, e divulga comprovadas mudanças e avanços nos processos de implantação, desenvolvimento e legislação das Ouvidorias”, observa a diretora de publicações da ABO, Luciana Bertachini. Possibilita também  aproximar experiências regionais, os setores público e privado e amplia a qualidade nas informações de temas correlatos ou de relação direta com as ouvidorias.

A diretora explica que é preciso profissionalizar a Revista Científica da ABO, a fim de ampliar sua credibilidade, e para tanto, a aquisição do registro DOI insere a revista num patamar acadêmico de confiabilidade, em termos de aprimorar/garantir  a qualidade das informações, e de divulgação em bases apropriadas de consultas ( universais ). Boa parte dos autores busca estas referências para submeter seus artigos às Revistas,  do contrário, reduz o interesse na publicação pela ausência de indexação científica e de visibilidade/acesso.  

O objetivo da ABO com estas iniciativas, destaca Bertachini, “é obter cada vez mais qualidade  e quantidade de artigos, atraindo bons textos, autores qualificados, e temas de maior relevância para a área”.

Comentários