26-05-2020

Adiado para 2021 o próximo Congresso da ABO


O XXIII Congresso Brasileiro de Ouvidores/Ombudsman previsto para realização em Fortaleza, no Ceará, foi adiado para o próximo ano, em função da luta pela manutenção da saúde e da vida, na pandemia da Covid-19.

Os profissionais de Ouvidoria, passado este período  de isolamento social, observa a presidente da ABO, Maria Inês Fornazaro, serão ainda mais demandados.  “O ouvidor é com quem o cidadão conta, e irá contar ainda mais nos tempos difíceis que virão, com mudança em nossos hábitos, nas atividades econômicas, políticas e sociais”.
 
O Congresso da ABO é um grande evento,  que reúne anualmente ouvidores de quase todos os estados do País para troca de experiências e atualização. O tema este ano seria a comemoração do jubileu da entidade.

A presidente da ABO, Maria Inês Fornazaro, destaca que a ABO, agora com cursos online, continua firme em seu objetivo de garantir a capacitação dos profissionais da área para que possam atuar de forma a colaborar para o fortalecimento da gestão. A entidade também estimula a troca de experiências e divulga as iniciativas de sucesso, tanto em empresas privadas quanto em instituições públicas.

A produção e divulgação da 4ª Edição da Revista Científica da ABO, espaço para estimular estudos sobre ouvidoria, também foi adiada para 2021. A terceira edição da revista científica da ABO Nacional, foi lançada na abertura do XXII Congresso Brasileiro de Ouvidores/Ombudsman, em Salvador, em Novembro do ano passado, com estudos sobre a atuação das Ouvidorias em instituições brasileiras. São 22 artigos, em 275 páginas, abordando desde gestão de ouvidoria  e Ouvidoria interna até fake news e agressões virtuais.
 
 
 

Comentários