17-08-2020

Combate aos assédios nas organizações


Para a prevenção e o combate aos assédios nas organizações a advogada Flávia Filhorini Lepique destacou na Live promovida hoje pela ABO Nacional que é importante mapear os riscos e adotar um Código de Conduta, além de fortalecer as Ouvidorias.

O presidente do Conselho Deliberativo da ABO Nacional Edson Vismona como mediador do debate afirmou que a Associação quer despertar a atenção sobre o tema para combater os assédios e ampliar os esforços para promover o respeito no ambiente de trabalho. Nos próximos dias 24 e 25 será realizado pela ABO um curso sobre o tema com abordagem nos aspectos jurídico, psicológico, da comunicação corporativa e da atuação das ouvidorias.

A ABO considera indispensável que as organizações estimulem e mantenham os melhores processos de trabalho, sustentabilidade econômica, reconhecimento da imagem corporativa, cuidando da relação interpessoal entre colaboradores.

Como explicou Flávia Lepique o assédio é uma série de comportamentos que constrangem, incomodam, importunam, humilham pessoas ou grupos específicos. Pode se manifestar de forma explícita ou velada, envolvendo aspecto moral ou sexual. No âmbito empresarial  deixa a pessoa vulnerável de tal forma que pode levar a doenças. Geralmente envolve lideranças tóxicas que por meio de constrangimentos vão contaminando o ambiente de trabalho.

A advogada observou que mesmo no trabalho home office tem havido aumento de casos de assédio moral por conta de cobranças exacerbadas de cumprimento de metas , de tal forma que o funcionário se sente a disposição da  empresa por 24 horas, por falta de bom senso de lideranças. “É uma prática que precisa ser coibida”.

Adotar um código de integridade, mapear os riscos, promover palestras com frequência são ações  que Flávia Lepique  aconselha para as empresas, mesmo que as médias e pequenas. Observou que é preciso proteger o denunciante ao mesmo tempo em que se adotem cuidados para evitar armadilhas para a empresa. Acha fundamental o comprometimento da alta gestão no dia a dia para a prevenção e combate aos assédios.

Comentários